30 de mar de 2006

Van Gogh e Eu

 

Caro senhor Van Gogh,

Sei que vem insistindo ha dias para retratar minha cadeira, assim como fez com Gauguin tempos atras, mas nao podera ser hoje. Ja tentei, juro a voce, organizar meu espaço fisico, mais precisamente meu quarto, e nao tenho avançado um milimetro no termino desta tarefa. Tudo o que tenho conseguido e mudar a bagunça de lugar. Pelo visto, nao sabe do que estou falando. Seu quarto sempre me pareceu um primor. A cama coberta por uma colcha vermelha impecavel, os retratos na parede, a toalha, o chapeu e as vestimentas devidamente penduradas, a mesinha do lado disponibilizando o que precisa, o espelho a refletir tamanha organizaçao. Porem, me chama a atençao as cadeiras, nunca vi roupas sobre elas. E de causar inveja.
Mas, querido amigo, o que posso adiantar a voce e que por dentro estou tao indigna de ser retratada quanto minha cadeira. Ate acho que ha algo interessante a ser considerado, mas se trata de material mais apropriado para um psicanalista. Nao me consta que Freud va me chamar outra vez para uma consulta experimental. A ultima vez que o fez eu estava feliz da vida e agradeci com um cartao cheio de palavras educadas. Agora estou aqui, sem espaço na cadeira para sentar. Melhor estaria se pudesse deitar em um divã.

Um forte abraço!

P.S. Se eu fosse voce, enquanto espera, começaria a retratar seu proprio quarto.


 

Vincent Van Gogh

O Quarto de van Gogh (1889).Vincent van Gogh (1853-1890).Óleo sobre tela 57 x 74 cm. Museu d'Orsay (Paris)

A cadeira de Paul Gauguin, 1888, óleo sobre tela, 90,5 x 72 cm. Van Gogh Museum, Amsterdã – Holanda

A Cadeira de Vincent com Seu Cachimbo (1889)
Tate Gallery, Londres Posted by Picasa

2 comentários:

Matheus disse...

essa dri eh doidinhaa!

te amuh!

bjos!

Nathaly disse...

Amiga querida,
Sei que esse e um "momento de crise" mas vai passar... E so uma questao de colocar as ideias em ordem, tracar o plano de voo e pe na tabua! Tenho certeza que vc vai alto e longe(nao literalmete pra Ticona nao ficar brava comigo!) Enquanto isso a gente vai celebrando tudo de bom que ja tem acontecido, nao e mesmo? Familia cheia de amor e saude, filhos que alem de maravilhosos tem um futuro incrivel pela frente, o marido gerente que e ate gente boa ( hahaha, eu sei que ele le os coments, nao vou encher muito a bola se nao ja viu!) alem dos milhoes de amigos espalhados pelo mundo que amam tanto vc!
Bjos em todos, eu morro de saudades..