20 de nov de 2007

Le Penseur


Abri o email, enviado por minha irmã, intitulado "Foto do Gutto", com uma certa curiosidade, afinal, até onde sabia, o sobrinho neto ainda estava a caminho, com chegada prevista para 2008. Mas o advento da tecnologia é mesmo surpreendente, lá estava o retrato do bebê em 3D, gerado em uma ultra-sonografia, que produz dezesseis quadros de imagem por segundo. A partir deste recurso, é possível observar detalhes da anatomia e das funções vitais do bebê, em tempo real, mostrando também o nariz da mãe, a boca do pai (ou seria o contrário?) e tudo mais que somos levados a considerar numa crise justificável de corugisse aguda.

Mas tem algo mais que a tia quase avó não pôde deixar de reparar: o ar de preocupação do pequeno pensador (já com as contas a pagar ?) e o jeitinho de dar adeus com a mão fechada...ah,trata-se, com certeza,de herança paterna, traços peculiares que nem o mestre Rodin haveria de captar!

Posted by Picasa

2 comentários:

Talita disse...

Tek!
O Guttinho tá lindo, não é mesmo???
Mãozinha fechada??? Herança paterna com certeza! hahahah
Beijos....

Matheus disse...

Q massa!!
A cada textoo ficoo mais admiradoo com vc!

te amoo!