9 de nov de 2010

Profecia


Já faz muito tempo que me emocionei ao receber um azulejo pintado das mãos do filhote, em um Dia das Maes comemorado na escola. Quem tem filho em idade escolar sabe que estes dias são planejados cuidadosamente para render lágrimas, abraços, beijinhos e até saudades de um tempo que nem passou...ainda.

Seja você do tipo durona ou manteiga derretida, não importa; nem que seja uma lagrimazinha vai acabar soltando enquanto procura seu filho em meio a umas duas dúzias de crianças e de professoras saltitantes, balançando cartazes, se movimentando desajeitado, buscando entonar a musiquinha às vezes de gosto duvidoso. E, mesmo assim, você chora comovida.

O azulejo trazia uma frase escrita em letra cursiva cuidadosamente traçada " Mamãe eu te amo muito. Filipe" suficiente pra fazer brotar um sorriso. Nem me detive ao desenho, caso contrário teria chorado mais um pouquinho, porque mania de antecipar o futuro é coisa que toda mãe tem .

Ontem, mexendo nas caixas de lembranças, reencontrei o tal presentinho e , desta vez, foi o desenho que me chamou a atenção. Lá estava ele, Filipe, em pleno voo, protegido por um para-quedas, não sei ao certo se partindo ou chegando. E pude reconhecer a mim mesma, ao longe, em frente de casa, respondendo ao aceno. Com licença pela livre interpretação, diria que intimamente feliz. Porque durante esse tempo em que o azulejo ficou escondido na memória, aprendi a admirar a iniciativa dos que se lançam em busca de seus sonhos, estejam eles aonde estiverem.

Vinte e dois anos depois que o coloquei em meus braços pela primeira vez, e outros tantos depois da profecia em forma de arte, posso dizer, não sem evitar mais algumas lágrimas daquelas que fluem fácil, que tenho muito orgulho do filho sensível, dedicado, generoso e cheio de talento que, entre idas e vindas, sempre me encanta. Que este seja, portanto, mais um feliz aniversario!

5 comentários:

marcia disse...

Own amiga me emocionei!!! De verdade parece mesmo um desenho profetico !
Sempre preparada pra alcar um novo voo,um novo sonho,uma nova etapa !
A vida e' assim mesmo como mostra o desenho,devemos estar sempre preparados para novos desafios,sem nenhum apego material e livres para voar.
Bjus
Marcia

Márcia Du disse...

Simplesmente incrível!
Embora talvez não saiba seus escritos me inspiram em meio a meus texto acadêmicos quase sempre sem graça.
Bjs
Outra Márcia

Jil disse...

E o para-quedas parece um bolo, um sorvete com cereja em cima, um anel de brilhante. NOssa, este Felipe é surreal e a mãe, como sempre escrevendo muito bem, com um belo jogo de palavras. Vai que é tua, Adriana.

Carol Morais disse...

Tia Drica!!!
Já tô te seguindo, ein?!
=)
Que bacana teu blogue! Dá uma passadinha lá no meeu!
Beijocas

Andre Santos disse...

Lembranças imperdíveis e...enternecedoras!!!!