15 de fev de 2006

Eu, Filipe e o Tempo

 Hoje dei de cara com o tempo e ja nao sei mais quantos anos tinha da ultima vez que nos falamos. So me lembro que brigamos e fizemos um pacto de silencio ate entao. Mas ele apareceu com uma bandeira branca em uma das maos e uma pilha de fotografias em outra. Viajei naquela que trazia o rosto de um bebe, sorriso maroto, olhos escuros e vivos. Os mesmos olhos do menino que hoje vislumbram um horizonte amplo em mares longinquos. Os mesmos olhos que um dia estiveram sobre os meus e que eu sempre soube logo estariam sobre tantos outros. O tempo entao fingiu que nao viu a menina dos meus olhos brincando de chapinhar nas pocas d'agua que se formavam. Se virou e saiu. Nao sei se ele ouviu, mas ainda gritei: e choro de felicidade! Posted by Picasa

2 comentários:

Matheus disse...

driiiii
tou amanha isso aquiiii!!
eh mt legalllll!!!

os textos estao otemos...esse do tempo entao,maravilhosoo!!

os das mulheres tb!!

ain q saudades de tuh filosofando cmg,falando tuas besteiras e me fazendo rirr!!

te amuh maravilhosadrastaa!

bjoosss!

Matheus disse...

driii
eu postei ai no meu blog!!
ve e mostra pra todo mundoo!!

amuh vcss!

bjooss!