11 de fev de 2006

Esperando

 
Em toda alma ha uma janela de vidro que fica fria, fosca e cinza no inverno. Minha alma tinha outras cores quando nao conhecia a neve, o gelo, as tempestades. Pensava ela que tudo era sol em suas janelas protegidas por cortinas e toldos. Mas ao conhecer o inverno, as arvores nuas, teve a chance de saber que podia ter tambem janelas abertas, sem vidros, sem cortinas, para contemplar a primavera. Chamou entao este vao na alma de esperanca. Viver, nem que seja so para esperar a primavera. Posted by Picasa

Nenhum comentário: