30 de jan de 2006

Sister

 
Adoro quando ela sorri e deixa as suas cores escaparem pelas frestas da alma. Parece que tudo em volta vira camaleao e mimetiza seus matizes..enquanto ela nao se fecha e brinca de ser preto e branco outra vez. Nao e facil encontra-la no meio de suas 365 caixinhas de todos os formatos e tamanhos, uma para cada manha, sempre imprevisiveis, como costumam ser as promessas de um novo dia. Porem ela estara la, certamente, em meio aos humores, as dores, as cores...sim onde ela estiver sempre havera de ter muitas cores. Posted by Picasa

Um comentário:

Matheus disse...

ain driiii
q bom essa blogg...
amei todos os textinhos,sao lindoss!!
tou com mts saudades de vcs...espero q esses meses passem voando e q o tempo q vcs estiverem aqui passem lentamentee!!!!

amuh mt todos vcss!

bjooooooosssss!